O potencial das fontes renováveis de energia no Sertão de Sobral

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

No Ceará, a produção hidrelétrica é realizada por meio de duas Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGH) que possuem capacidade de geração de até 1 MW de potência. Uma delas está localizada na Macrorregião do Sertão de Sobral, no açude Taquara, localizado no município de Cariré. O potencial de geração de energia proveniente de fontes renováveis é um dos temas que irão pautar o terceiro encontro do Move Ceará, que irá diálogar com o setor produtivo da macrorregião.

A CGH de Taquara é capaz de gerar 860 KW de potência; seu manancial, o açude Taquara, abastece os municípios de Cariré, Groaíras, Mucambo, Pacujá e Graça, ampliando o potencial hídrico dos municípios circunvizinhos pertencentes à macrorregião.

A Macrorregião do Sertão de Sobral também possui uma pequena central hidrelétrica (PCH), denominada Araras, com potência instalada de 4 MW e situada no rio Acaraú, no município de Varjota, distante 60 km da cidade de Sobral.

A barragem da Usina Araras foi construída pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), e é suprida pelo açude público denominado Paulo Sarasate, que por sua vez é suprido pelo rio Acaraú de regime não perene.

A Usina, constituída por 2 unidades geradoras de 2.000 kW, perfazendo um total de 4.000 kW, é caracterizada pela múltipla geração de energia e irrigação agrícola da região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.