Após ouvir setor produtivo do Cariri, Move CE define áreas prioritárias para o desenvolvimento econômico da macrorregião

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Com destaque para a macrorregião do Cariri, no Sul do Estado, o segundo encontro regional do Move Ceará aconteceu nesta terça-feira, 11, no auditório do CEJA Monsenhor Pedro Rocha de Oliveira, localizado no Crato. O encontro reuniu lideranças do agronegócio e agricultura familiar, turismo, saúde e logística, além de outros representantes do setor produtivo local para dialogar acerca das áreas prioritárias da região, composta por 29 municípios.

Uma iniciativa da TrendsCE, plataforma especializada em comunicação e desenvolvimento de negócios, com o patrocínio da Assembleia e o apoio do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos, o Move Ceará buscou ouvir os principais agentes da economia do Cariri em encontro no município do Crato. A reunião com o setor produtivo foi segmentada em dois momentos distintos: durante a manhã, o Move Ceará ouviu o setor do agronegócio e do turismo. Durante a tarde, o encontro priorizou os setores de saúde e de logística.

O prefeito do Crato, José Ailton de Sousa Brasil, esteve presente no evento. “Essa discussão é importantíssima porque atravessamos uma crise sanitária e econômica. Esse tema nos instiga para que a gente possa ver caminhos e formas de atravessar esse momento de dificuldades. Contamos com a força do legislativo para isso”, salientou.

O evento reuniu 25 representações do Agronegócio e Agricultura Familiar e Turismo, de manhã e cerca de 22 representantes dos setores de logística e saúde. Entidades como Sindsaúde, Sindicato Dos Trabalhadores E Trabalhadoras Rurais Orgânicos E Ecológicos Do Cariri (Sinttrocel), Sebrae e o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente do Crato estiveram presentes.

“Foi um encontro muito satisfatório porque a gente conseguiu ter um diálogo muito aberto com todos os setores prioritários. Todos se fizeram presentes e eles não só priorizaram as demandas que apresentamos, como também conversaram diretamente conosco e com a Assembleia. Em contrapartida, vamos buscar soluções a curto prazo para as solicitações apresentadas por eles”, explicou Mariana Chaves, coordenadora do Move Ceará.

Áreas prioritárias
O reconhecimento das potencialidades regionais e a expansão da atividade agroindustrial, o incentivo à formação de cooperativas e associações do agronegócio e a criação de planos de saneamento básico para melhoria da qualidade de vida dos moradores e agricultores familiares foram alguns dos destaques da primeira parte do encontro, que aconteceu durante a manhã.

“Precisamos muito desse apoio, dessa assistência para os agricultores familiares, ainda mais agora neste período de pandemia. A gente tem grande expectativa de que o Move Ceará venha não só diagnosticar, mas também fazer um trabalho efetivo com essa comunidade”, comentou Adriana Barbosa, agricultora e secretária na Associação Rural do Baixo das Palmeiras, do Crato.

Os setores de saúde e logística, por sua vez, ganharam destaque no período da tarde. A expansão da malha aérea, infraestrutura necessária para ampliação de voos para o interior do Estado, dentre outros assuntos.

Os representantes da área de saúde, por sua vez, apresentaram a necessidade do vínculo da categoria ser promovida a estatutários, deixando o sistema celetista. De acordo com a diretora do Sindicato de Saúde da Região do Cariri (SindSaúde), Márcia Vieira, é necessário o reconhecimento dos agentes de saúde como servidores do Estado. “Nós precisamos muito de uma mudança de regime e valorização dos agentes de saúde estaduais e isso depende muito do poder legislativo. Estou com expectativa forte para que nossa voz seja ouvida”, ressaltou.

Após passar pelo Cariri, o Move Ceará dá continuidade à rota de visitação das macrorregiões do Estado para ouvir o setor produtivo. O próximo encontro está marcado para o dia 18 de janeiro e contempla a macrorregião de Sobral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.