Move Ceará realiza escuta ativa do setor industrial da macrorregião do Cariri

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A equipe do Move Ceará continua na macrorregião do Cariri e se reuniu na manhã desta quarta, 12, com o titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Juazeiro do Norte (Sedeci), Wilson Soares, e lideranças de dois sindicatos da macrorregião: o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico no Estado do Ceará (Simec) e o Sindicato das Industrias de Calçados e Vestuário de Juazeiro do Norte (Sindindústria).

Luiza Martins, secretária executiva do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da Assembleia Legislativa do Ceará, apresentou a proposta do Move Ceará e realizou a escuta ativa das demandas atualizadas do setor industrial do Cariri.

O titular do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico no Estado do Ceará (Simec), apresentou a necessidade de revitalizar o distrito industrial do Cariri, localizado entre os municípios de Juazeiro, Crato e Barbalha, e destacou as necessidades de buscar soluções para aumentar a capacidade de exportação da macrorregião. “É um número que precisa crescer, principalmente diante da quantidade de Indústrias em expansão no Cariri”, salientou.

O presidente do Sindicato de Indústrias e Calçados e Vestuário de Juazeiro do Norte, José Abelito Sampaio, destacou a dificuldade de formalizar os empregados do setor de confecção e Vestuário e de angariar financiamento com o poder público para formação de capital de giro.

Também foram destacadas as necessidades da implantação de um porto seco em Missão Velha e o incentivo aos pequenos e médios empresários do setor calçadista local.

Luiza Martins, que realizou a escuta ativa dos setores, solicitou que as lideranças destacassem até cinco demandas de maior relevância para buscar soluções de curto prazo. “A Assembleia pode ajudar e muito a indústria local a encontrar formas de desenvolvimento e estamos buscando essa mobilização, reconhecendo os atores principais e suas necessidades”, concluiu Luiza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.